29 de novembro de 2016

Receita de Crepes simples [em vídeo]

Esta receita é a mais vista do blog. De todas as receitas, esta é a mais procurada. Até entendo o porquê, é muito versátil, e consegue-se agradar a todos os paladares. Sejam doces ou salgados. Por isso fiz um video onde mostro como os preparo. É bem simples de fazer! Espero que gostem.



 A minha combinação simples preferida! Canela e açúcar!


25 de novembro de 2016

Crinkles de groselha

Foi complicado escolher uma receita para participar no desafio deste mês do grupo de Facebook, Cantinho das Cozinheiras. Eu estas semanas fiz todas as receitas de Natal possíveis, e estava até esgotada de ver tanto açúcar à frente. Mas fiz um esforço para para participar, e tinha de ser com alguma receita doce. Percorri a maioria dos blogues. Ou tinham receitas com muitos ingredientes, logo impossível de comprar tudo, ou eram receitas que tinha feito e comido há pouco tempo. Ufa. Foi um rico desafio. Mas parei quando vi estas Crinkles de groselha da Clara, do blog Receitas e truques da Clarinha. Tenho uma garrafa de Groselha aqui em casa, pensei eu. Iei. Adorei a cor, a ideia, e pensei que só poderia ser um sucesso. E ficam lindas como oferta num saquinho bem bonito num cabaz de Natal. Ficaram mais que aprovadas! :) A receita original destas bolachas aqui




Ingredientes

1 ovo
100 gramas de açúcar
100 gramas de manteiga
300 gramas de farinha de trigo
1 colher (chá) de fermento em pó
100 ml de xarope de groselha
1 pitada de flor de sal
q.b. açúcar em pó 

Preparação

Pré-aqueça o forno a 180ºC. 
Bata o ovo com o açúcar até ficar uma massa esbranquiçada. 
Junte a manteiga (derretida) e a groselha. Misture bem. 
Adicione a farinha e o fermento em pó, misturando bem até ficar um preparado homogéneo. 
Deixe repousar no frigorífico umas horas, ou de um dia para o outro tapado com película aderente para firmar. 
Molde pequenas bolas, e passe-as por açúcar em pó. 
Disponha num tabuleiro forrado com papel vegetal. 
Leve ao forno entre 10 a 12 minutos.
Retire do forno e deixe arrefecer totalmente. 


Bom Apetite! 


22 de novembro de 2016

Sobremesas "Especial Natal" a caminho...

No meu canal de YouTube, no dia 1 de Dezembro, vai sair o primeiro video de uma série de cinco, com receitas doces "Especial de Natal". 

Quinta - Aletria
Sexta - Leite-creme
Sábado - Arroz doce
Domingo - Rabanadas
Segunda - Pudim Francês 

Estas são receitas que normalmente fazem parte da minha mesa de Consoada, e ficam até ao dia de Reis. Achei que seria bem giro ter em video as receitas. Melhor que escritas, só mesmo vendo a sua preparação. Particularmente gosto bastante de visualizar o resultado final. Espero que acompanhem, e que gostem!



18 de novembro de 2016

Molho de tomate cereja pronto em menos de 15 minutos (receita em video)

Adoro pratos bem rápidos de preparar. Mal vi estes tomates tão bonitos e vermelhinhos sabia que os tinha de trazer para casa. Resultaram num molho delicioso, e num almoço ainda melhor. :) Saudável e prático. Em menos de 15 minutos temos uma refeição na mesa. Não há desculpa para não comer bem. Enquanto o molho cozinha, a massa coze em simultâneo, et voilà
Eu usei orégãos, mas fica ainda melhor com folhas de manjericão frescas. Está em video esta receita, que poderia muito bem nem ser receita de tão simples que é! 
























14 de novembro de 2016

Muffins de chocolate e coco

Se eu disser que comi sete destes doze muffins não ficam muito chateados pois não? :D É verdade, em dois dias consegui limpar uns quantos. Mas que pode uma rapariga fazer não é? Há dias que apetece muito algo doce. Mas talvez seja por estes muffins não serem muito doces, tive de comer mais que a conta para satisfazer a gula! :P Agora a sério, sou apaixonada por coco, e combinado com o cacau fica muito bom. São bem simples de fazer, mas ideais para o pequeno-almoço de Domingo dispostos num cesto bonito. Para levar para o trabalho, piqueniques...enfim. São excelentes. Mas isso digo eu. Vocês para saberem tem de experimentar! :D Ah, e a receita também está em video, não que seja difícil, mas no fim podem ver o interior dos muffins (apesar da qualidade da camara não ser das melhores).



















Ingredientes (cerca de 12 muffins)

60 gramas de manteiga derretida 
50 gramas de cacau em pó 
65 gramas de coco ralado
180 gramas de farinha de trigo 
110 gramas de açúcar amarelo 
240 ml de leite 
1 ovo grande
1 colher (chá) de fermento em pó
1 pitada de sal 

Preparação 

Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Numa taça misture os ingredientes secos (a farinha, o cacau, o coco, o sal e o fermento).
Noutra taça junte o leite, o açúcar, a manteiga derretida (coloque uns segundos no microondas) e o ovo. Misture bem.
Junte aos poucos os ingredientes secos à mistura dos líquidos, e envolva tudo muito bem até estar incorporado. 
Divida a massa pela forma dos muffins (podem untar a forma com um pouco de manteiga, ou se preferir use formas de papel). 
Polvilhe com coco ralado. 
Leve ao forno cerca de 15 a 18 minutos, mas verifique fazendo o teste do palito. 
Deixe arrefecer antes de desenformar e servir. 


Bom Apetite!


10 de novembro de 2016

Sopa de grão-de-bico e agrião

Todos os dias ao ir para a escola passava num pequeno riacho onde havia grande quantidade de agrião, mas nem sonhava que seriam tão bons quer de sabor, quer para a saúde. Só nos dias de hoje tenho a noção de que passava ao lado deste vegetal e que podia muito bem arrancar alguns e levar para a minha mãe fazer ao jantar. Mas é curioso perceber que viver numa terra mais rural, não quer dizer que as pessoas dêem valor ao que cresce na terra de forma natural. Assim como acontece com o agrião, acontece com as acelgas, com as amoras (que eu agradeço, assim sobra mais para mim). Mas hoje estou bem atenta ao que a Natureza dá, e agrião é algo que gosto bastante, além dos muitos benefícios para a saúde, o que se pode pedir mais? 
Sopa. É da maneira que mais gosto de comer. Com grão. É uma combinação perfeita, e é sem dúvida a minha sopa favorita! Reconfortante, saborosa...aconchega o estômago de verdade. Só gostava que todas as pessoas tivessem acesso a uma tigela de sopa, nem que fosse apenas uma por dia, mas isso já é um sonho que é (im)possível...quem sabe um dia a Humanidade mude. 





















Ingredientes (serve mais de 6 pessoas)

400 gramas de grão de bico (cozido)
200 gramas de agrião (lavado)

1 batata média (sem casca, cortada aos cubos)
1 cebola grande (partida em pedaços)
1 cenoura pequena (cortada em pedaços)
2 dentes de alho grandes (laminados)
1 raminho de coentros
q.b. sal
q.b. azeite extra virgem


Preparação

Numa panela coloque o grão, a batata, a cebola, a cenoura, os alhos e os coentros.
Deite água até cobrir os ingredientes, e coza cerca de 30 minutos.


Triture com a varinha mágica.

Leve novamente ao lume e tempere com sal a gosto, deixe ferver, e junte mais água (apenas se necessário), até obter a consistência desejada da sopa.
Junte os agriões e coza mais uns 5 minutos.
Desligue, retire do lume e regue com um fio de azeite.


Bom Apetite!

Este mês o Agrião faz parte de 1 dos 4 frescos do Continente. Juntamente com o peru, a castanha e a truta. Vejam o site Frescos Continente com todas as sugestões destes produtos a partir desta imagem. 


9 de novembro de 2016

Começar o dia com uma marmelada caseira...

Gosto muito de marmelada, e a caseira é de longe melhor que a de compra. Esta época de Outono é tão rica em frutos maravilhosos...
Num destes dias fiz Marmelada, e decidi gravar em video para o canal. É bem fácil de fazer, demora algum tempo, mas é fácil, e o sabor compensa totalmente. 
Vou só ali cortar uma fatia, e servir-me de uma chávena de café quentinho com um pão bem tostado e uma fatia de queijo generosa. 
Shiuuuu...só hoje! :D 























































2 de novembro de 2016

Batata doce assada

Batata doce além de ser bem saudável é deliciosa. Eu gosto muito, e por vezes serve-me de almoço, mesmo sem mais nada a acompanhar. Quer dizer, desta vez tive companhia...destes molhos deliciosos  da Heinz que recebi para experimentar :D

Recebi 4 sabores diferentes: 

Molho de alho - perfeito para acompanhar batatas fritas, nuggets...
Molho caril e manga - com um sabor agridoce e levemente picante, acompanha na perfeição um bom churrasco...
Molho 3 pimentas - coloque num hambúrguer, numa sandes com um bife grelhado, fica delicioso...
Molho cocktail - o tradicional molho de camarão, fica excelente em adição a dips para marisco...

Os meus favoritos são sem dúvida o de caril manga, e alho Tão bons...o de 3 pimentas é também muito saboroso com uma carne grelhada. O que menos aprecio é o de Cocktail, não por ser mau, porque não o é, mas porque não gosto muito de marisco, e logo, fico de pé atrás...mas aqui em casa gostaram bastante! :) 



















Ingredientes

1 batata doce
q.b. alecrim
q.b. alho em pó
q.b. azeite

Preparação

Pré-aqueça o forno a 200ºC
Lave bem a batata doce , corte as extremidades e parta em palitos (se preferir pode ser também em rodelas). 
Coloque numa taça e junte azeite, alho em pó e alecrim fresco picado. 
Misture tudo muito bem. 
Disponha a batata num tabuleiro (com papel vegetal ou alumínio) numa só camada. 
Leve ao forno até dourar e ficar crocante. 
Sirva como acompanhamento a carne ou peixe grelhado, como snack...


Bom Apetite!


Publicação em parceria com: Jerónimo Martins Distribuição (JMD)

26 de outubro de 2016

Smoothie de romã, framboesa e banana

Nada melhor do que começar o dia com um smoothie carregado de vitaminas, nutrientes e antioxidantes. Uma das frutas de Outono mais saudáveis é a romã (possui uma quantidade incrível de antioxidantes). Juntamos uma mão cheia de framboesas (que são ricas em fibra) que estavam guardadas no congelador ainda no rescaldo do Verão, e uma banana madura (fonte de potássio) para dar doçura e a energia que é necessária. Fica delicioso! 


Ingredientes

1/2 romã pequena
100 gramas de framboesas
1 banana madura
100 ml de leite de amêndoa 
1/2 colher (café) de canela em pó 

Preparação 

Num liquidificador coloque as semente de 1/2 romã.
Junte 1 banana madura cortada em rodelas, as framboesas frescas ou congeladas. 
Adicione o leite de amêndoa e a canela em pó.
Triture muito bem. 
(pode ou não passar por um coador, para se livrar de alguma semente da romã). 


Desfrutem!


23 de outubro de 2016

Tarte de maçã americana [apple pie]

Maçã é do frutos mais versáteis. Existem mil e umas receitas onde é utilizada (quer doces ou salgadas), e umas das mais famosas nos E.U.A, considerada um ícone e parte da cultura, é a Apple Pie. Uma tarte recheada com (muitas) maçãs e cobertas com uma massa bem simples de preparar e crocante. São inúmeras as formas de a apresentar, mas eu tenho preferência pelo aspecto dela bem rústico. Estamos habituados a ver nas séries, filmes, e gosto particularmente de uma cena do filme da Disney, a Branca de Neve e os Sete Anões, onde ela prepara uma tarte para o Zangado...tentei recriar o aspecto exterior da tarte, tentei... :D



Mas o mais importante é que a tarte é deliciosa, e só o aspecto conforta. Uma bola de gelado ou natas batidas a acompanhar fica ainda mais guloso, mas eu confesso que gosto dela servida simples e ainda morna. 

Mas falando da maçã; todos sabemos os seus benefícios, e como diz a frase: An apple a day keep the Doctor away. E é bem verdade, além de saborosas são nutritivas. Existem para todos os gostos (das ácidas às mais doces), e as variedades são mais que muitas. 
Este mês de Outubro os Frescos do Continente dão destaque a esta fruta, e podem ver como tirar o melhor proveito dela, sugestões, receitas...um espaço onde a maçã é rainha, e onde podem aprender bastante sobre ela. Para isso basta clicar na imagem correspondente à maçã. Mas juntam-se também a abóbora, a cavala e o pato. Frescos que nesta época são especiais e tornam as refeições mais reconfortantes, mesmo a combinar com a chegada do tempo frio. 






Ingredientes

Para a massa

400 gramas de farinha de trigo
250 gramas de manteiga (bem fria)
30 gramas de açúcar
120 ml de água (bem fria)

Para o recheio

3 maçãs Granny Smith (grandes)
3 maçãs Golden Delicious (grandes)
80 gramas de açúcar amarelo
50 ml de sumo de laranja
30 gramas de amido de milho
1 colher (chá) de canela em pó
1/2 colher (café) de gengibre em pó

Preparação

Num recipiente coloque a farinha e o açúcar.
Junte a manteiga (bem gelada) cortada em cubinhos, e com um garfo ou com a ponta dos dedos esfarele até ficar um pouco misturada na farinha, numa espécie de areia (se ficar algum pedaço de manteiga ainda inteiro é aceitável).
Junte a água (bem gelada), e misture bem até ligar todos os ingredientes (use mais, ou menos água dependendo da consistência, mas não demasiada).
Polvilhe uma superfície com farinha, e tenda a massa até ficar homogénea.
Forme uma bola, e divida a massa em 2 (uma parte maior que serve de base à tarte, e outra à cobertura).
Envolva em película aderente e reserve no frigorífico, cerca de 1 hora.

Retire a massa do frio, deixe uns minutos à temperatura ambiente, e com um rolo da massa enfarinhada, assim como a superfície, molde um circulo com a massa da base da tarte.
Coloque numa tarteira de 23 cm e forre deixando um rebordo.
Estenda a outra parte da massa formando também um circulo.
Reserve novamente novamente no frio enquanto prepara o recheio.

Pré-aqueça o forno a 190ºC.
Lave, descasque as maças e corte-as em meia-lua, com uma espessura não maior que 1cm.
Coloque-as num recipiente, e junte o sumo da laranja, a canela, o gengibre, o açúcar, a flor de sal, e misture tudo muito bem.
Adicione o amido de milho, e misture novamente.
Coloque na tarteira as maçãs, espalhe bem e cubra com a massa.
Una as duas massas, e corte o excesso com uma faca ou tesoura de cozinha.
Faça com uma faca cortes na tarte, para que ao cozer o ar escape.
Polvilhe com açúcar.

Leve ao forno com o rebordo da tarte coberto com papel de alumínio por 25 minutos.
Passado este tempo retire o alumínio, e deixe no forno mais 25 minutos, ou até dourar (mas sem queimar).
Retire do forno e deixe arrefecer totalmente antes de servir.





















Bom Apetite!


20 de outubro de 2016

Sementes de abóbora torradas

Nesta altura do ano usamos bastantes abóboras inteiras, e antes de pensarem deitar fora as sementes, porque não aproveitarem e fazer um snack saudável com elas? São perfeitas para saladas ou comer entre as refeições. Mostro em video como é fácil de preparar, e ainda (no fim do video) alguns dos benefícios. Podem também condimentar as sementes com sal, pimenta, paprika, etc antes de ir ao forno. 




18 de outubro de 2016

Sopa de abóbora

Os dias de Outono chegaram finalmente e com eles a vontade de comidas que confortem o estômago. As abóboras estão aqui em força, e fazem parte da alimentação da maioria das pessoas. Desde doces a receitas salgadas este fruto é o rei da estação. Gosto muito de doce, de bolos, de tartes de abóbora, mas em sopas dá outro conforto, e o sabor é delicioso. Esta sopa é aromatizada com alecrim, uma combinação perfeita. Esta abóbora foi a única que cresceu cá em casa, logo tinha de ser bem utilizada. Metade está nesta sopa, a outra metade ainda está em fase de estudo! :) Experimentem, pois é de facto muito boa, e se gostam da junção de alecrim e abóbora, esta é a sopa a ter em conta. E é muito fácil de preparar.




Ora, mês de Outubro, novos Frescos do Continente. E como não podia deixar de ser, a abóbora está em destaque. Toda a informação que podem ter está ao alcance de um clique (na imagem da abóbora). Desde sugestão de receitas, o modo de conservação, os benefícios...toda a informação concentrada numa página de  muito fácil navegação. 


Ingredientes

600 gramas de abóbora
1 cenoura pequena
1 cebola grande
2 dentes de alho
1 haste de alecrim
q.b. sal e pimenta preta
q.b. azeite

Preparação

Numa panela coloque um fio de azeite.
Aqueça um pouco, junte a cebola, a cenoura, o alecrim e o alho, e deixe refogar uns minutos.
Junte a abóbora, partida em cubos deixe refogar mais um minuto.
Condimente com sal e pimenta preta a gosto.
Adicione água até tapar a abóbora.
Deixe ferver.
Deixe cozer cerca de 30 minutos em lume médio/baixo.
Retire o alecrim.
Triture com a varinha mágica até ficar cremoso.

Sirva com uns croutons, sementes de abóbora, perfume com um raminho de salsa...


Bom Apetite!


13 de outubro de 2016

Werther's sabor chocolate sem açúcar

Eu sou fã destes pequenos caramelos (são tãoooo bons), mas agora em edição limitada, é lançada outra variedade de Werther's sem açúcar, e com sabor a chocolate. Eles têm um sabor que me faz lembrar algo, que ainda não consegui ainda identificar. Sabem aquela sensação de um sabor conhecido, mas que não conseguem decifrar? Pois, está-me a acontecer isso com estes rebuçados. Mas são muito bons, a combinação do chocolate e caramelo é fantástica, e não são muito doces, o que os torna ainda melhor não é? Pelo menos não nos pesa tanto na consciência! :) 





















Publicação escrita em parceria com: Jerónimo Martins Distribuição (JMD)

12 de outubro de 2016

Doce de figo

Pensava eu que já tinha comido os figos todos desta época, mas a minha mãe chega a casa com um saco deles, e diz-me que ainda tem mais alguns para trazer para casa. Ora, sou fã de figos ao natural, são um fruto tão saboroso, mas doce/compota era algo que nunca tinha feito com estes meninos, e decidi que iria experimentar, e não me arrependi, ficou muito saboroso...e a acompanhar um queijinho...hum hum! 


















Ingredientes

500 gramas de figos
300 gramas de açúcar amarelo
1 pau de canela
50 ml de sumo de limão (espremido na hora)

Preparação

Lave e corte em pedaços os figos. 
Num tacho coloque o açúcar, os figos, o pau de canela e o sumo do limão.
Misture tudo muito bem, e deixe macerar cerca de 4 horas. 
Leve ao lume o tacho, e deixe ferver.
Coloque em lume brando e cozinhe por 10 minutos.
Retire o pau de canela, e triture com uma varinha mágica, até obter uma consistência a gosto. 
Deixe cozinhar mexendo de vez em quando até obter o ponto certo. 
Basta que ao mexer no fundo do tacho ao abrir forme uma estrada e o doce feche de seguida. 
O meu doce esteve cerca de 30 minutos ao lume depois de ferver, mas pode variar. 
Não deixe passar do ponto, pois ao esfriar ele endurece mais. 
Coloque o doce em frascos esterilizados e feche com a tampa (ferva água em cachão, e coloque os frascos e tampas dentro do tacho com a água fora do lume, retire com com uma pinça ou algum utensílio para não se queimar).
Deixe os frascos com o fundo virado para cima e deixe arrefecer totalmente (para criar um vácuo natural). 
Depois de aberto, conserve no frigorífico. 


Bom Apetite!


11 de outubro de 2016

Molho Tabasco [Red e Green]



Recebi estes dois molhos, o vermelho clássico e o verde suave, e olhem só que suporte catita veio com eles, perfeito para estar na bancada da cozinha. :) 
É curioso...nós olhamos para as prateleiras do supermercado, e mesmo até quando consumimos, e geralmente não prestamos atenção à história dos produtos, nem sabemos o seu processo de criação. E umas das coisas boas de receber em casa alguns além de os experimentar, é saber mais um pouco acerca dos mesmos. 

Tabasco é uma marca de molhos (feitos com vários tipo de pimentas), de origem Americana e elaborada no estado do Louisiana, mais precisamente na ilha de Avery. Têm mais de 140 anos de história, e a receita continua a ser a original, e foi inventada por um banqueiro, Edmund McIlhenny. 

O molho vermelho clássico é conhecido de quase toda a gente. É um molho de pimenta em que o processo de fabricação passa pelo envelhecimento de pimentos vermelhos especiais em cascos de carvalho durante 3 anos. Todos estes anos de cura trazem mais suavidade ao molho realçando o sabor natural e forte da pimenta. 
Acompanha na perfeição pratos de carne mais robustos, molhos de tomate em que um toque de Tabasco clássico traz outro sabor, na famosa bebida bloody mary, usando e abusando dependendo da coragem para aguentar o picante, em muitos outros pratos, ou mesmo sanduíches...  

O molho verde suave é mais recente, não sendo tão antigo como o clássico mas é também ele um molho saboroso, elaborado com pimentos Jalapenho. É também totalmente envelhecido, e possui um sabor mais suave. Perfeito para dar um toque em refeições como pizzas de todo o tipo de vegetais, saladas, pratos mais leves...mas que com um toque apimentado se elevam em sabor. 


É mundialmente famoso o deitar de umas gotas em cada prato, dão um picante aos pratos, e sabor intenso a quem os consome. 


Publicação em parceria com: Jerónimo Martins Distribuição (JMD)