sábado, 30 de junho de 2018

Gemista | Comidas do Mundo - Grécia

Neste mês de Junho da rubrica habitual aqui do blog "Comidas do Mundo", a receita escolhida passa por um prato bem típico da Grécia, Gemista ou Yemista (γεμιστά). É dos pratos mais tradicionais do país, e é bastante consumido na época do Verão e estando nós com um tempo bastante agradável por cá, achei que seria uma boa opção. Basicamente esta receita consiste em legumes recheados. Os gregos utilizam os mais variados vegetais, como tomate, pimento, courgette, beringela, batata, etc. E o recheio pode ser também vegetariano com queijo, ou com arroz, carne...
Nesta receita escolhi rechear tomates e pimentos, com arroz e carne, mas é extremamente versátil, pelo que podem usar qualquer ingrediente à vossa escolha. Ficou verdadeiramente delicioso. Um prato de conforto que sem dúvida irei preparar mais vezes.

A Grécia nunca foi um país que me despertasse curiosidade em visitar (por nenhuma razão em particular), no entanto, consigo entender o encanto de muitas das pessoas, pois é de facto um local cativante pelas suas paisagens e história. 
Sendo Atenas a maior cidade da Grécia é também das mais visitadas e curiosamente é uma das poucas cidades antigas do mundo ainda povoada, já que foi criada há mais de 6 mil anos.
Mas não há dúvida de que a Grécia é um país bastante rico nas suas paisagens. Para terem uma noção, cerca de 80% da Grécia são montanhas e 50% é coberta por florestas. São igualmente milhares de ilhas (perto de 3 mil), das quais, apenas umas centenas estão habitadas. Existem 7 mil cavernas calcárias, que formam 24 mil quilómetros de galerias subterrâneas.
A ilha de Santorini (eleita a mais bonita ilha do Mundo) é um dos pontos mais importantes a nível de turismo na Grécia, destacando-se claro, a vista da vila de Oia. Mas não só. A Grécia recebe milhões de visitantes todos os anos, tanto que uma percentagem importante do produto interno bruto (PIB) do país vem, precisamente, do turismo. 

A culinária da Grécia possui características mediterrânicas, tendo influência das culinárias da Itália, da Turquia, etc.
A culinária grega utiliza frequentemente certos ingredientes que fazem toda a diferença na hora da confeção dos pratos. O azeite tem grande destaque, sendo utilizado em quase todos os pratos, já que além da grande produção de azeitonas, as oliveiras são típicas em quase toda a região. 
É usado também queijo, o feta é o mais reconhecido, pão, carnes, como borrego ou porco, azeitonas kalamata, o vinho é também bastante utilizado, nas sobremesas destaca-se o uso do mel (podendo ser aromático), frutos secos (nozes) e iogurte. Vários vegetais são também muito usados, como a batata, o beringela, o tomate, etc. 
Há também um grande destaque na utilização de ervas aromáticas e condimentos, tais como: o tomilho, orégãos, menta, alho, cebola, louro, manjericão, funcho, noz-moscada, cravo e canela, entre outros.

Alguns pratos típicos da Grécia: 
- Salada grega (Horiátiki saláta) composta por tomate, pepino, queijo feta, azeitonas pretas e temperada com sal e azeite.
- Molho Tzatziki (iogurte com pepino e alho)
- Sopa Faki (de lentilhas servida com vinagre e queijo feta)
Fasolada (sopa de feijão)
Gyros (pão pita enrolado recheado com carnes e/ou legumes)
- Haniotikó Bouréki (fatias de batatas assadas com courgette, queijo myzithra e hortelã) 
- Kleftikó (prato de carne de borrego cozinhado lentamente)
- Kefthedhes (almôndegas) 
- Mussaca (uma espécie de lasanha preparada com berinjela, carne picada e tomate assado)
Baklavá (pastel preparado com uma pasta de nozes trituradas, envoltas em massa filo e mel)
- Iogurte com mel e nozes
-  Kurabie (biscoito tipico da Grécia de manteiga e amêndoas)




Ingredientes

3 pimentos verdes grandes e firmes
3 tomates grandes e firmes
1 cebola grande
6 dentes de alho
1/2 courgette pequena
1 cenoura
150 gramas de batata branca para assar
450 gramas de carne de vitela
250 gramas de arroz (eu usei basmati)
1 folha de louro
q.b. aneto fresco picado
q.b. manjericão fresco
q.b. salsa fresca picada
q.b. Azeite extra virgem
q.b. sal e pimenta preta

Preparação

Lavar os pimentos e os tomates.
Corte com cuidado a parte de cima (da rama) do pimentos, limpando-os de sementes e dos tomates retirando toda a polpa com a ajuda de uma colher. Todo este procedimento deve ser feito com cuidado. Triture a polpa retirada dos tomates e reserve 4 colheres (sopa) para o arroz e o restante espalhe num tabuleiro de ir ao forno. Reserve igualmente as tampas dos vegetais.
Corte em meia-lua fina uma cebola grande, lamine dois dentes de alho e espalhe sobre o tabuleiro. Condimente com sal e pimenta preta a gosto e espalhe umas folhas de manjericão.
Disponha os pimentos e os tomates pelo tabuleiro, garantindo que ficam bem assentes (que não viram).
Lave e seque bem as batatas e corte-as a meio ou em quatro, dependendo do seu tamanho. Condimente-as com sal, pimenta preta e um pouco de endro. Disponha-as no tabuleiro em volta dos tomates e pimentos e regue tudo com um fio de azeite.
Corte a vitela em cubinhos bem pequenos. Coloque um pouco de azeite num tacho de fundo anti-aderente e salteie a vitela até ganhar uma cor. Condimente com sal e pimenta preta a gosto. Baixe o lume, tape o tacho e deixe estufar uns 10 a 15 minutos (se achar necessário junte um pouco de água).
Retire a vitela e reserve.
Leve o tabuleiro com as batatas e os vegetais ao forno pré-aquecido a 190ºC até à preparação do arroz.
Se necessário junte um pouco de azeite ao tacho (onde se estufou a vitela) e adicione a folha de louro, a courgette e a cenoura partida em cubinhos bem pequenos, os restantes dentes de alho laminados e deixe saltear uns minutos.
Junte o arroz e a carne, salteando mais um pouco.
Adicione também a polpa de tomate reservada e a salsa fresca picada e misture bem.
Junte duas tigelas e meia de água da medida do arroz e condimente com sal e pimenta preta a gosto, mexendo.
Deixe ferver, tape o tacho e deixe cozinhar em lume muito baixo cerca de 8 minutos.
Retire do forno o tabuleiro e recheie cuidadosamente os pimentos e os tomates com o arroz. Tape cada vegetal com a respetiva tampa.
Leve ao forno até as batatas assarem e ficarem douradas. Se os vegetais começarem a ficar demasiado escuros, cubra com papel de alumínio.
Sirva este prato acompanhado de uma salada fresca.


Bom Apetite! 

Não percam no mês de julho, a receita que vem diretamente de terras de Vera Cruz, e tenho a dizer que é uma receita bem docinha! Quem apanha comigo o avião para um destino cheio de sol, calor e boa disposição? :) 

5 comentários:

  1. Bom dia. Parece-me muito gostosa essa receita. Adorei a publicação:))

    Bjos

    Um óptimo Sábado

    ResponderEliminar
  2. A sugestão parece-me boa, mas o meu pessoal não ia gostar! :)

    Beijos. Bom fim de semana!

    ResponderEliminar
  3. Gostei, até viajei até a Grécia! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha, deu vontade de provar,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  5. Estes pimentos ficaram com um aspecto delicioso!
    Eu gosto da Grécia. Apesar de não achar o povo em si muito carinhoso a comida, as praias e os monumentos acabam por ser bem interessantes :)
    Beijinho

    ResponderEliminar