sexta-feira, 19 de julho de 2024

BOLO DE CHOCOLATE VEGAN

Trago uma sugestão de um bolo denso, bem húmido (pela utilização da maçã) com um sabor intenso a chocolate, não muito doce, mas perfeito para amantes de cacau. Uma opção totalmente vegetariana, sem adição de qualquer produto animal; não necessariamente saudável, mas uma opção muito válida para aqueles momentos de gula. 😃



                                                            vê a receita em vídeo👇

INGREDIENTES

. 150 g farinha trigo T55

. 40 g cacau pó 100%

. 60 g | açúcar amarelo 

. 150 g | maçãs (descascadas e sem caroços)

 . 1/2 | limão pequeno (sumo)

. 250 ml | água da cozedura das maçãs

. 1 | pau de canela

 . 1 c. chá | fermento pó

. q.b. | azeite 


PREPARAÇÃO


1. Num tacho, coloque as maças, esprema o sumo do limão e adicione o pau de canela. Cubra com água.

2. Coza as maças até ficarem bem tenras.

3. Reserve a água da cozedura das maçãs. 

4. Escorra muito bem as maçãs. Desfaça-as com um garfo, até ficar um puré.

5. Numa taça, coloque a farinha peneirada e o cacau em pó também peneirado. Acrescente o açúcar. Misture muito bem com umas varas.

6. Junte aos secos, a água e o puré de maçã. Envolva delicadamente (não bata a massa), até os ingredientes estarem bem incorporados. Acrescente o fermento em pó.

7. Unte uma forma pequena (20-22cm) com azeite e forre o fundo com papel vegetal.

8. Deite a massa do bolo na forma. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºc cerca de 25 minutos, ou até a massa ficar consistente ao toque.

9. Retire do forno e deixe arrefecer um pouco antes de desenformar. Descole as laterais com a ajuda de uma faca, se necessário. 

10. Polvilhe com cacau em pó. Deixe arrefecer totalmente antes de servir. 


Bom Apetite!

                                                        vê a receita em vídeo👇



domingo, 14 de julho de 2024

BROAS DE MEL

As broas de mel há anos que se "exibem" amontoadas nas montras das pastelarias. 😀 Eram dos doces mais acessíveis; com menos de 50 escudos fazia-se a festa! Não são esteticamente dos mais apelativos, mas são certamente dos doces mais apetitosos.

Fazem parte das lembranças de infância e agora fazemos de tudo para encontrar uma boa broa de mel, que nos faça regressar aquela memória gustativa tão presente. Pessoalmente, prefiro uma broa bem densa, quase a colar nos dentes 😋e com sabor forte a mel e especiarias. As broas de mel preparadas com as sobras de Bolo rei são das minhas favoritas. 

Nos dias de hoje, não é tão comum encontrarem-se broas de mel com os mesmos sabores, já que penso existirem certas regras relativamente ao reaproveitamento de bolos/doces. No entanto, ainda se conseguem encontrar alguns locais onde fechamos os olhos e voltamos alguns anos. 😍 

Façam esta minha versão de broas de mel em vossa casa. Além de surpreenderem os apaixonados pelo doce, ainda levam de brinde um aroma delicioso a especiarias! 😊





                                                         vê a receita em vídeo👇


INGREDIENTES (+/- 8 broas de mel)

. 380 g | sobras de bolos secos (utilizei bolo de limão e azeite e pão de ló)

. 100 g mel (usei de rosmaninho)

. 50 g açúcar mascavado

. 180 ml | água

. 120 g | farinha T55

. 20 g | cacau pó

. 1 c. chá | canela pó

. 1/2 c. chá | erva doce pó

. 1 | pitada sal

. 1 c. chá | fermento pó 

. 1/2 c. chá | bicarbonato sódio 

. 50 g | amêndoa granulada

. 50 g | sultanas

. q.b. | açúcar pó


PREPARAÇÃO

1. Triture (numa picadora) as sobras dos bolos até ficar bem esfarelado. Reserve.

3. Numa taça pequena, coloque a farinha, o cacau, a canela em pó, a erva doce, uma pitada de sal, o fermento em pó e bicarbonato de sódio. Misture com um garfo e reserve.

4. Num tacho pequeno, coloque a água, o mel e o açúcar. Misture e leve ao lume até dissolver e deixe ferver durante 2 minutos. Retire do lume e deixe arrefecer um pouco (mas não totalmente).

5. Junte o preparado dos ingredientes secos aos bolos triturados. Misture tudo muito bem.

6. Adicione a calda de mel (ainda quente) aos secos. Envolva muito bem.

7. Acrescente a amêndoa granulada e as sultanas, envolvendo novamente, até incorporar.

8. A consistência da massa deve ser massuda e ao formar-se uma bola ela não deve colar nas mãos. Não pode ficar pegajosa. Deve ficar maleável. Se necessário, acrescente mais farinha, ou água. 

9. Forme bolas com a massa com cerca de 100 gramas cada uma. 

10. Passe todas as bolas por açúcar em pó e disponha-as num tabuleiro forrado com papel vegetal.

11. Com a palma da mão virada para cima pressione com os dedos as bolas para achatarem e ficarem num círculo e com as irregularidades características das broas de mel.

12. Leve ao forno pré-aquecido a 180º cerca de 20 minutos. Mas vá verificando, até que fiquem mais consistentes ao toque. Não as deixe demasiado tempo no forno, para não ficarem muito duras ou queimarem.

13. Retire do forno e deixe arrefecer um pouco, antes de polvilhar com açúcar em pó.


Bom Apetite!

vê a receita em vídeo👇


sexta-feira, 5 de julho de 2024

BOLO DE LIMÃO E AZEITE COM DOCE DE MIRTILO...para os meus 38 anos!

Hoje faço 38 anos. O tempo realmente passa num piscar de olhos, mas que bom que assim é...e o meu presente para vocês é uma das coisas que mais me dá prazer fazer. Bolos. E este, de LIMÃO E AZEITE COM DOCE DE MIRTILO está no topo das minhas preferências. É delicioso! 

Sopram as velas comigo e peçam um desejo…🌼

BOLO DE LIMÃO E AZEITE COM DOCE DE MIRTILO

                                                       

                                                           vê a receita em vídeo👇


INGREDIENTES

Bolo

. 2 | ovos L 

. 80 g | açúcar mascavado

. 1 | limão grande (raspa)

80 g | azeite virgem extra (suave)

30 ml | sumo limão (espremido na hora)

. 150 g | farinha T55

. 1 c. chá | fermento em pó

. 1 | pitada sal

Doce de mirtilo

. 170 g mirtilos

. 15 ml | sumo limão (espremido na hora)

. 30 ml | água

. 40 g | açúcar mascavado

Cobertura/Recheio

. 200 ml | natas para bater (geladas)


PREPARAÇÃO

Doce de mirtilo

1. Colocar todos os ingredientes num tacho pequeno. Misturar.

2. Levar ao lume e deixar ferver. 

3. Em lume baixo/médio, deixar cozinhar até engrossar e reduzir, mexendo frequentemente e amassando os mirtilos.

4. Verta o doce para uma tigela e deixe arrefecer totalmente. Reserve no frigorífico.

Bolo

5. Numa taça colocar os ovos, o açúcar e a raspa do limão. Bater até ficar bem cremoso.

6. Juntar o azeite, e o sumo do limão. Bater mais um pouco.  

7. Peneirar e envolver delicadamente a farinha ao preparado anterior.

8. Acrescentar uma pitada de sal e o fermento em pó. Misturar.

9. Forrar o fundo de uma forma redonda (18cm de diâmetro) com papel vegetal e untar com um pouco de azeite.

10. Deitar a massa do bolo na forma.  

11. Levar ao forno pré-aquecido a 180ºc entre 20 a 25 minutos. Verificar, fazendo o teste do palito.

12. Retirar do forno e deixar arrefecer ligeiramente antes de desenformar. Arrefecer totalmente antes de partir e rechear.

13. (opcional) Aparar o bolo, cortando um círculo de 14 cm, utilizando papel vegetal ou uma tigela da medida como referência.

Não descarte as aparas do bolo. Parta-as e guarde para outras receitas. Podem ser congeladas.

14. Dividir o bolo a meio.

Natas

15. Colocar as natas numa taça e bater até ficarem firmes.

Nota: Natas com mínimo de 35% matéria gorda. As natas devem ser refrigeradas 12 horas no frigorífico, antes da utilização. Colocar as varetas da batedeira e a taça, no congelador 1 hora antes da preparação das natas.

Montagem

17. Rechear uma metade do bolo com o doce de mirtilo (reserve um pouco).

18. Espalhar um pouco de natas batidas (cerca de duas colheres de sopa generosas) por cima do doce de mirtilo.

19. Cobrir com a outra metade do bolo.

20. Juntar uma colher de sobremesa cheia do doce de mirtilo às restantes natas e bater até incorporar. 

21. Cobrir todo o bolo com as natas batidas. 


Sirva o bolo bem fresco!


Bom Apetite!


BOLO DE LIMÃO E AZEITE COM DOCE DE MIRTILO



quarta-feira, 3 de julho de 2024

Aletria...de coco!

Eu sei, estão 30ºC e eu chego aqui com uma receita de aletria...vá, não piscam as luzinhas da árvore de natal, mas brilham as dos carrosséis nas festas populares; mas também, ainda há uns dias estávamos no inverno, perdoem-me a confusão.😁 Mas foi em prol do desperdício 0. Estava uma embalagem com uns novelos de capellini, solitários no fundo da minha despensa...imaginei logo uma aletria, daquelas bem cremosas; porque não gosto, nem de ambientes de cortar à faca, nem da aletria. 😀

E como não há dia para ser feliz, fui para a cozinha preparar um prato deste doce tão tradicional, pelo menos aqui pelo norte do país. Esta é um pouco diferente da tradicional, mas surpreendentemente saborosa. Utilizei bebida vegetal de coco (usem uma marca com poucos ingredientes, sem aquela lista extensa de ingredientes que ninguém conhece e precisa) e substituí o açúcar branco por açúcar de coco.
Resultou numa aletria cremosa, pouco doce e com um ligeiro travo caramelizado. Difícil mesmo, foi conseguir parar de comer. Ainda que habitualmente aprecie a aletria morna, esta versão ficou fantástica, fresca.

Experimentem!


Aletria doce de coco

Aletria doce de coco


                                                        vê a receita em vídeo👇


INGREDIENTES (3 a 4 doses)

. 400 ml bebida vegetal coco (sem açúcar)

. 150 ml | água

. 55 g | aletria (+/- 3 novelos)

. 2 gemas 

. 40 g | açúcar coco

. 1 pitada | sal

. 1 | pau de canela

. 1 | casca de limão grande (vidrado - só a parte amarela)

. q.b. | canela em pó

. q.b. | coco ralado

opcional . q.b. | limão/lima (raspas) 


PREPARAÇÃO

1. Desfazer os novelos da aletria (para a massa ficar mais solta e cozer de forma uniforme, evitando que cole). 

2. Num tacho, colocar a bebida vegetal, a água, a casca do limão, o pau de canela, o açúcar e uma pitada de sal. 

3. Levar ao lume até levantar fervura.

4. Juntar a massa e mexer bem. Deixar cozer em lume médio/baixo cerca de 12 minutos. Ir mexendo. 

5. Acrescentar uma colher de sopa de bebida vegetal às gemas para ficar mais fácil de juntar à aletria. Misturar bem e reservar. 

6. Quando a aletria estiver cozida, retirar do lume. Remover o pau de canela e a casca do limão.

7. Verter as gemas em fio, com a aletria ainda quente, mexendo sempre até incorporar. 

8. Deitar o doce numa travessa/prato fundo, ou sirva em doses individuais.

9. Polvilhar com canela em pó e coco ralado a gosto. Opcionalmente, para conferir uma frescura ao doce, raspe casca de limão ou lima.

10. Servir a aletria morna ou fria. 


Bom Apetite!



sexta-feira, 28 de junho de 2024

MINI CHEESECAKES

Encontrei esta fotografia perdida, enquanto andava a limpar o meu disco rígido externo. Fechei os olhos e lembrei-me do sabor destes pequenos pedaços de céu. Sabor cítrico em contraste com o doce do morango; fiquei logo a salivar. Embora já tenha feito esta receita há alguns anos, não a tinha escrito, em papel ou partilhado (acho eu!), e pensei: "Porque não? Não vou guardar as coisas boas só para mim." Façam...façam estes mini cheesecakes. São divinais!  

Mini cheesecake de limão e morango

INGREDIENTES (+/- 6 mini cheesecakes)

cheesecake

225 g queijo creme (temperatura ambiente)

. 60 g | açúcar branco

. 1 | limão médio (raspa)

ovo L

1 colher café | extrato de baunilha

. 110 g | iogurte grego natural

. 1 pitada | sal

base

. 60 g | bolachas digestivas trituradas (textura areia) 

. 15 g | amêndoa sem pele moída (não muito fina)

. 60 g | manteiga derretida

1/2 colher café | canela pó

. 1 pitada | gengibre pó 

topping

. q.b. | doce de morango

. q.b. | morangos frescos


PREPARAÇÃO

1. Bater o queijo creme com o açúcar, a raspa de limão, extrato de baunilha e uma pitada de sal.

2. Juntar o ovo e bater até ficar bem incorporado.

3. Envolver delicadamente o iogurte grego. Reservar.


4. Numa taça colocar as bolachas, a amêndoa, a canela e gengibre e a manteiga. Misturar bem com uma colher de pau ou espátula até formar uma espécie de areia molhada.


5. Untar formas de muffins/pastel de nata com manteiga. 

6. Colocar pequenas porções (com uma colher de sopa) do preparado da bolacha no fundo de cada forma, calcando com os dedos, deixando alguma bolacha também nas laterais.

7.  Encher as formas com o preparado do cheesecake.

8. Levar ao forno pré-aquecido a 160ºc, cerca de 15/18 minutos. É desejável que fiquem firmes, mas ligeiramente moles no centro (para quando arrefecerem não quebrarem)

9. Deixar arrefecer um pouco antes de desenformar, auxiliando-se de uma faca para facilitar. 


10. Deixar arrefecer totalmente e refrigerar os mini cheesecakes no mínimo 2 horas antes de servir.

11. Cobrir com doce de morango e metade de morango em cada mini cheesecake.


Bom Apetite!

domingo, 23 de junho de 2024

CHOCO FRITO

Nunca tinha feito choco frito, tão pouco comido, por isso quando me pediram para fazer, fiquei assim "preocupada", com receio que a coisa não corresse pelo melhor. Pois, correu tão bem, que agora não sei como não vou fazer mais vezes. 😁Até porque sabemos que fritos é algo que deve ser consumido com moderação. Quem provou, disse que estavam muito bons...que não sabia se gostava mais dos meus ou dos de Setúbal. Se isto não é um elogio, não sei o que será! 😃 Sei que os originais não levam grandes temperos, e são ótimos assim, mas eu quis dar-lhes mais sabor. E resultou! Façam em vossa casa esta minha versão e digam-me o que acharam! 😋



INGREDIENTES

. 500 g | chocos frescos

. 1 | limão médio (sumo)

. 2 | dentes alho grandes (picadinho)

. 1 | folha louro

. 1 | raminho de coentros picado grosseiramente

. 1/2 colher café | malagueta moída

. q.b. | sal e pimenta preta

. q.b. | farinha de milho

. q.b. | óleo vegetal

 

PREPARAÇÃO

1. Lave, limpe, seque e corte os chocos em tiras (não muito finas)

2. Numa bacia esprema o sumo do limão. Acrescente os dentes de alho picadinhos, a folha de louro partida, os coentros picados, a malagueta moída e pimenta preta a gosto.

3. Junte os chocos e envolva muito bem com as mãos. Deixe a marinar no mínimo 4 horas, idealmente de um dia para o outro.

4. Coloque farinha de milho num prato fundo e misture sal fino a gosto.

5. Aqueça uma frigideira com óleo vegetal abundante.

6. Escorra bem as tiras dos chocos. Passe-as pela farinha de milho e frite-as de imediato.

7. Deixe-as dourar de ambos os lados. Não deixe dourar demasiado para não ficarem muito duras.

8. Retire os chocos da frigideira e disponha-os sobre papel de cozinha para absorver a gordura em excesso.

9. Sirva-os ainda quentes (ou mornos).


Bom Apetite!




sábado, 22 de junho de 2024

PAPAS DE SARRABULHO

Papas de sarrabulho é um prato tradicional português bem forte, tanto a nível de sabor, como de consistência. Embora seja mais comum a preparação na altura da matança do porco, nos meses mais frios, conseguimos encontrá-las durante todo o ano, em restaurantes e tascas mais tradicionais. Principalmente a norte, nomeadamente na zona minhota, onde eram servidas também como um dos acompanhamentos aos rojões. 

Embora não seja apreciadora, não há como negar que é um prato corpulento e cheio de sabor. E mesmo nos dias de verão, com as festas populares ao rubro, não há quem dispense uma tigela bem cheia desta sopa a aconchegar o estômago. 

Papas de sarrabulho


INGREDIENTES

. 1 | osso assuã 

300 g lombo de porco

. 1 | costela porco pequena (preferencialmente salgada)

. 1/2 | galinha campo (s/pele)

300 g carne vaca (s/ gordura)

. 300 g | presunto (preferencialmente c/ osso)

. 1 | salpicão pequeno

. 300 g | sangue porco cozido

. q.b. | farinha de milho (+/- 300 g)

. 3 | folhas louro

. q.b. | sal e pimenta branca 

. q.b. | cominhos pó 


PREPARAÇÃO

1. Coloque todas as carnes (menos o sangue) e as folhas de louro numa panela grande. Cubra-as com água. 

2. Condimente com sal, pimenta preta e cominhos a gosto. 

3. Coza durante 1 hora. 

4. Retire as carnes da panela. Deixe arrefecer ligeiramente e desosse as carnes e desfie-as finamente. Reserve.

5. Coe a água da cozedura, para remover algum osso, louro ou espuma. Coloque a água da cozedura novamente na panela. 

6. Deixe levantar fervura e vá adicionando a farinha de milho, mexendo sempre, peneirando-a para não formar grumos.  

7. Cozinhe e mexa, até ficar uma papa, mas não muito espessa. Fluída, mas cremosa. Se necessário acrescente, ou mais água, ou mais farinha de milho.

8. Adicione o sangue bem esfarelado e misture.

9. Acrescente as carnes desfiadas e misture até incorporar tudo muito bem.

10. Retifique os temperos a gosto (sal, pimenta branca e cominhos).


Sirva as papas de sarrabulho em taças, polvilhando com cominhos a gosto.


Bom Apetite!

quinta-feira, 20 de junho de 2024

BOLO SALGADO DE QUEIJO E FIAMBRE

O verão chegou. 🌞

Ainda tímido, mas já propício a receber toalhas estendidas sobre a relva e pés descalços sobre areia.

As festas populares são mais do que muitas e os piqueniques entre amigos e família imensos. E já sabemos que isso é sinónimo de comida saborosa, mas que se pede descomplicada. 

O que sugiro hoje tem o melhor dos dois mundos. O sabor e a simplicidade. A simplicidade, tanto de confecção quanto de ingredientes. Um bolo salgado de queijo e fiambre com um toque de cebolinho e cebola…que é (podem confiar!) muito, muito bom. Se tiverem pequenotes em casa, levem-nos para a cozinha e partilhem o momento de preparação com eles. 

Perfeito para piqueniques, lanches rápidos…inquestionavelmente versátil


Produtos processados (fiambre) devem ser consumidos com moderação. 


vê a receita em vídeo👇


INGREDIENTES


. 3 | ovos L

. 150 ml | leite gordo

. 120 ml | azeite virgem extra

. 300 g | farinha trigo T65

. 3 g | sal fino

. 1 c. café | pimenta preta

. 1 c. sobremesa | cebola em pó

. 1 c. sobremesa | fermento em pó

. 2 c. sopa | cebolinho fresco picadinho

. 160 g | fiambre cubinhos 

. 160 g | queijo flamengo cubinhos

. q.b. | sementes de sésamo 


PREPARAÇÃO


1. Parta os ovos para uma taça. Bata-os até ficarem cremosos e ligeiramente volumosos. 

2. Junte o leite e o azeite. Bata mais um pouco.

3. À farinha junte o sal, a pimenta preta, a cebola em pó e o cebolinho. Misture bem com um garfo ou umas varas.

4. Acrescente a farinha ao preparado líquido e envolva delicadamente, apenas até incorporar e ficar uma massa homogénea.

5. Junte o fermento em pó e misture.

6. Por fim, acrescente o fiambre e o queijo, envolvendo cuidadosamente.

7. Deite a massa num forma untada com azeite/manteiga e polvilhada com farinha.

8. Polvilhe sementes de sésamo no topo de toda a massa.

9. Leve ao forno pré-aquecido a 180ºc cerca de 35 minutos, ou até dourar (não deixe demasiado tempo). Vá verificando. 

10. Retire do forno e deixe arrefecer um pouco antes de desenformar e servir. 


Bom Apetite!


terça-feira, 28 de maio de 2024

Batata doce no forno com molho de coentros

Batata doce no forno com um molho de iogurte e coentros...saudável e saboroso! 😋

Um acompanhamento ou mesmo ou snack...mais do que perfeito! 😍




                                         receita em vídeo 👇

INGREDIENTES

450 gramas | batata doce

1 colher chá | cebola em pó

1 colher chá | cominhos

1 colher sopa cheia | azeite


200 gramas | iogurte grego natural

1 colher chá | sumo limão (espremido na hora)

1 colher chá | azeite virgem extra

1 colher café | cebola pó

1 colher sopa cheia | coentros frescos picadinhos


q.b. | sal e pimenta preta


PREPARAÇÃO

molho de iogurte e coentros

1 - Coloque o iogurte grego natural numa taça, acrescente o sumo de limão , o azeite virgem extra, a cebola em pó, o sal e pimenta preta a gosto e os coentros. 

2 - Misture muito bem. Reserve no frigorífico até servir.

batata doce no forno

1 - Lave bem e seque batata doce. 

2 - Corte as extremidades da batata. Pode deixá-la com a casca, se preferir.

3 - Corte a batata em fatias com cerca de 1,5 cm de espessura, e em seguida em palitos.

4 - Coloque a batata numa taça.

5 - Junte o azeite, os cominhos, a cebola em pó, e sal e pimenta preta a gosto. Misture bem.

6 - Espalhe a batata doce sobre papel vegetal. Certifique-se de que ficam numa só camada para que no forno assem uniformemente.

7 - Leve ao forno pré-aquecido a 200ºc entre 15 a 20 minutos. Se necessário, durante o tempo de forno, vire-as para assarem de ambos os lados. 

8 - Retire do forno e sirva ainda quente.



Bom Apetite!


segunda-feira, 15 de abril de 2024

Das leituras inebriantes...

A começar a leitura deste livro, e já completamente inebriada pela construção frásica e caracterização dos personagens. Adivinho uma leitura de palavras despidas a uma crueza real. Partilho depois a minha opinião.


"...Pois que aproveita ao homem conquistar o mundo todo, e entrar na posse daquilo que conquistou, com uma úlcera gástrica, uma próstata aumentada e óculos bifocais? Mack e os rapazes evitam a armadilha, desconfiam do veneno, saltam por cima da laçada, enquanto uma geração de homens acorrentados, envenenados, atados, os inventiva e apelida de inúteis, safardanas, nódoas, ladrões, malandros, pulhas. O Pai Nosso que está na Natureza, que prodigaliza o dom da sobrevivência ao lobo, ao rato, ao pardal, à corriqueira mosca e à traça deve albergar uma incomensurável ternura pelos inúteis, pelos que são os safardanas, pelos pulhas e por Mack e pelos rapazes. Virtude, graça, indolência, deleite. Pai Nosso que estais na Natureza."

“Bairro da Lata” por John Steinbeck


sábado, 13 de abril de 2024

O melhor Bolo de Pudim...o meu! 😍



Deixo esta beleza a cintilar à frente dos vossos olhos …🤩

Ainda não consegui deixar de me fascinar como com tão poucos ingredientes se conseguem resultados bonitos à vista e inesquecíveis ao paladar.

E neste caso, apenas ovos, leite, farinha e açúcar…(e um ou outro aroma se assim o desejarem)

Como um simples bolo-pudim coberto por uma hipnotizante capa de açúcar caramelizado consegue conquistar lugar no pódio dos meus doces favoritos de sempre, é igualmente um mistério! 😃

Quero muito que sintam o mesmo que eu...enamorem-se com uma fatia fresquinha deste bolinho (coloquem um pouco no frigorífico, fica ainda melhor)…e desafio que consigam comer apenas uma fatia!

Garanto que não o vão conseguir fazer (juro!) 😁


INGREDIENTES

6 | ovos M
100 gramas | farinha de trigo T55 com fermento (peneirada)
250 gramas | açúcar amarelo
250 ml | leite gordo
1 | limão pequeno (raspa)
q.b | caramelo líquido (pode utilizar de compra ou fazer*)


PREPARAÇÃO

1. Pré-aqueça o forno a 180ºC.
2. Unte generosamente uma forma de bolo com caramelo líquido*. Reserve.
3. Bata 3 ovos com 140 gramas do açúcar, até este dissolver, e acrescente o leite, batendo mais um pouco.
4. Coe este preparado para ficar um líquido suave e homogéneo. Reserve.
5. Bata 3 gemas com os restantes 110 gramas de açúcar e a raspa do limão, até obter uma consistência cremosa e esbranquiçada.
6. Bata separadamente as 3 claras em castelo.
7. Junte a farinha, peneirando-a sobre o batido das gemas. Vá misturando cuidadosamente ao preparado, alternando com as claras. Junte um pouco de farinha e misture, junte um pouco de claras em castelo e misture. Delicadamente.
8. Deite na forma o primeiro preparado (pudim) reservado, e de seguida a massa do bolo.
9. Leve ao forno aproximadamente 40 minutos ao forno. Vá verificando de vez em quando a cozedura.
10. Retire do forno e desenforme, não deixe arrefecer demasiado para o bolo não ficar agarrado à forma.
Desfrutem…😍

* Caramelo: Num tacho pequeno, coloque 200 gramas de açúcar branco e 50 ml de água. Misture com uma colher de pau. Leve ao lume (não mexa mais com a colher de pau para o açúcar não cristalizar) até obter uma coloração âmbar (cor laranja-amarela). Pode ir mexendo com as asas do tacho para caramelizar harmoniosamente. Está pronto a ser colocado na forma. Tenha cuidado, para não se queimar.

                                            Bom Apetite!


Para entrar em contato comigo: 

info.dapanelaparaocoracao@gmail.com

Para acompanhar as receitas pelo canal do YouTube:

https://www.youtube.com/@da_panela_para_o_coracao

Acompanha-me também no Instagram:

https://www.instagram.com/_dapanelaparaocoracao_/



quarta-feira, 10 de abril de 2024

Papas de aveia de cacau e banana (e amêndoa)

Papas de aveia é um dos pequenos almoços mais gentis com o meu sistema digestivo...😃além de serem uma sugestão com inúmeras possibilidades de combinações de ingredientes. Esta com cacau e banana é incrivelmente energética e saborosa. 😍Embora nem toda a gente tenha tempo ou disposição logo pela manhã, a sua preparação não toma mais do que 15 minutos. Vale a pena variar, e reconfortar o corpo para o dia. 😊

Papas de aveia


                                        receita em vídeo 👇


INGREDIENTES

35 gramas | flocos de aveia finos

10 gramas | cacau em pó 100%

100 gramas | banana madura em cubinhos

15 ml | mel (1 colher sopa)

200 ml | bebida vegetal de amêndoa 

150 ml | água

q.b. | amêndoas com pele inteiras (torradas)


PREPARAÇÃO

1 - Num tacho, coloque  a aveia, o cacau, a banana, o mel, a bebida vegetal e a água.

2 - Misture.

3 - Coza em lume baixo, mexendo frequentemente até as papas engrossarem.

4 - Coloque numa tigela ou prato fundo.

5 - Disponha amêndoas torradas a gosto.

Sirva as papas de aveia mornas ou frias. 


                                           Bom Apetite!


quarta-feira, 3 de abril de 2024

Panquecas de coco e banana (adoçadas com mel e aromatizadas com laranja)

Já perdi a conta à combinação de ingredientes que utilizei em receitas de panquecas; desde as mais saudáveis, às mais gulosas…acho que o acervo daria para publicar um livro só sobre o tema panquecas! 😀 

A verdade é que fazer panquecas, pode ser, incrivelmente terapêutico, ou só irritante, já que implica um grau de paciência acima da média, para que o resultado sejam umas panquecas douradas e não um chão alcatroado. 😁 Eu sou a pessoa que acha terapêutico e entusiasma-se com um prato repleto destas pequenas acabadinhas de preparar.  

As que trago hoje não são as mais saudáveis, mas são das mais saborosas. Porque nós merecemos e, quem está à nossa volta também. 😍 E vá...não há receita mais fácil de preparar! 😛


                                      receita em vídeo 👇

INGREDIENTES (4 a 5 panquecas pequenas)

1 | ovo

15 gramas | manteiga sem sal derretida

1 colher sopa | mel (15 ml)

1/2 | raspa de laranja

100 ml | leite

100 gramas | farinha de trigo T55 com fermento

50 gramas | coco ralado

1 | banana pequena (120 gramas) cortada em cubinhos

1 | pitada de sal 


PREPARAÇÃO

1 - Numa taça coloque o ovo, a manteiga derretida, o mel e raspa a laranja.

2 - Bata com um foeut até ficar espumoso e mais cremoso.

3 - Deite o leite e misture.

4 - Acrescente a farinha, o coco ralado e uma pitada de sal.

5 - Envolva com o foeut, apenas até incorporar a farinha (não bata a massa).

6 - Junte a banana e misture delicadamente com uma espátula ou colher de pau. 

7 - Numa frigideira antiaderente coloque um pouco de uma gordura (usei azeite) à vossa escolha e espalhe bem. 

8 - Com uma colher de servir, coloque uma porção de massa na frigideira, e deixe cozinhar até a panqueca começar a ganhar bolhas e a secar no rebordo. Vire do outro lado com uma espátula e deixe apenas mais 1 minuto.

(Cuidado com a temperatura para não as escurecer demasiado. Mantenha o lume entre médio e baixo.)

9 - Repita o procedimento com toda a massa. 


Bom Apetite!